1ª suplente da fase local substitui música desclassificada

         A Comissão Organizadora do 32° Carijo da Canção Gaúcha informa que devido à desclassificação da música da fase local O CARIJO NUMA SECA DE TAQUARA, a 1ª suplente passa a substituí-la, passando a ser classificada conforme segue:

 

FASE LOCAL

‘Mariluza, mulher Pé-No-Chão’ – Letra: Alessandro Eduardo de Souza Scalei; Melodia: Helton Zanchi; Ritmo: Vanera. 

‘Gaita botoneira’ – Letra: Luiz Paulo Pizolotto dos Santos; Melodia: Gustavo Thomazi Zart; Ritmo: Chamarra. 

‘Lida na fazenda’ – Letra: Fábio Gonçalves Korsack; Melodia: Francisco Oliveira; Ritmo: Chamarra. 

‘Espelho das águas’ – Letra: Jorge Antonio Martins de Almeida; Melodia: Martins de Almeida e José Airton Oliveira de Souza; Ritmo: Milonga. 

‘Canto para um rio’ – Letra e melodia: Carlos Adriano Barrozo Campos; Ritmo: Chamamé. 

‘Ervateiras da Palmeira’ – Letra e melodia: Gabriel Verdi Leal; Ritmo: Chamarra. 

‘Visões de outono’ – Letra: João Ari Ferreira; Melodia: Cássio Figueiró; Ritmo: Milonga. 

‘Louco coração’ – Letra e melodia: Luiz Edmundo Estigarribia; Ritmo: Valsa. 

‘Ofício de guasqueiro’ – Letra: Micheli de Souza; Melodia: Fabiano Almeida de Souza; Ritmo: Milongão. 

1ª suplente ‘Quando findar o meu tempo’ – Letra: João Carlos Konig; Melodia: Luis Carlos Campos.

 

Suplentes

‘Aos pioneiros da celeste’ – Letra: Alixandre Lima; Melodia: Cristiano Sonntag.

‘Por buscar a querência’ – Letra: Rômulo Chaves; Melodia: Fabiano Cestari Costa.